segunda-feira

eu imagino ou sonho de menina

imagino que você está ali
tem o sol
e este pássaro perdido de trinado tão estranho
diríamos uma tarde de verão
clara. sinto que estou ficando tola, tão tola
tenho imenso desejo de me deitar entre o feno,
com manchas de sol sobre a pele nua
asas de borboleta em largas pétalas
e toda espécie de insetos do planeta
ao meu redor

este é mais um poema de léopold sédar senghor

Um comentário:

Ana Ramiro disse...

Leonardo Salamandro, passei aqui por dica (ótima), obra e graça de. Mr. Geo Cardoso. E que bom que deixo meu primeiro comentário num post com poesia do Senghor. Gostei muito de tudo por aqui e voltarei. Quando puder, passa lá no Girapemba. E fique na linha, ok!? bjs, Ana Ramiro
http://girapemba.blogspot.com/