sábado

palavras do revolucionista bernard shaw



um revolucionista é aquele que deseja descartar a ordem da existência social e tentar outra.


auto-sacrifício

auto-sacrifício habilita-nos a sacrificar outras pessoas sem a menor vergonha.

se você começa a sacrificar-se por aqueles que ama, acaba odiando aqueles para quem você se sacrificou.


civilização

a civilização é uma doença produzida pela prática de construir sociedades com material podre.

aqueles que admiram a civilização moderna costumam identificá-la com a máquina a vapor e o telégrafo elétrico.

aqueles que entendem a máquina a vapor e o telégrafo elétrico gastam suas vidas tentando substituir-se por algo melhor.

a imaginação não pode conceber um criminoso mais vil que aquele que construiria outra londres como a atual, nem um maior benfeitor que aquele que a destruiria.


experiência

os homens são sábios em proporção, não à sua experiência, mas à sua capacidade para a experiência.

se pudéssemos aprender da mera experiência, as pedras de londres seriam mais sábias do que os mais sábios homens.


razão

o homem racional adapta-se ao mundo: o irracional persiste tentando adaptar o mundo a si mesmo. portanto, todo progresso depende do irracional. o homem que ouve a razão, está perdido: a razão escraviza todos aqueles cuja mente não é forte o bastante para dominá-la.

2 comentários:

LEO GONÇALVES disse...

Opa, como vai meu amigo! Engraçado, temos o mesmo nome, da uma olhada em minhas artes qdo puder...

ate mais...

Anônimo disse...

poxa adorei sabias.. sou marcos prazer sou de pernambuco se tiver tempo entra no meu imail para conversamos abraçossss... marcele_marcos14@hotmail.com fui......